Cadastre-se Jogo das Vocações Simulado Busca

Simulado On-Line
 
HISTÓRIA - UFJF (1999)

21) "Que obra de arte é o homem: tão nobre no raciocínio; tão vário na capacidade; em forma e movimento, tão precioso e admirável, na ação é como um anjo; no entendimento é como um Deus; a beleza do mundo; o exemplo dos animais." (Shakespeare, W. Hamlet.)

A defesa do antropocentrismo expressa nessa frase refletiu-se nas artes, letras, filosofia e ciências sob a denominação de Renascimento. Com relação a este fenômeno marque a alternativa ERRADA:


a)como um dos mais importantes movimentos intelectuais dos tempos modernos, o Renascimento torna-se a expressão da cultura urbana e burguesa européia;
b)mesmo com a forte resistência da religiosidade católica, o Renascimento busca idealizar o homem, defendendo o uso da razão como meio de se chegar ao conhecimento;
c)o Renascimento prega a crítica e a superação dos ideais da Antigüidade Clássica, considerados como a base do pensamento medieval;
d)o Renascimento reflete as profundas transformações sócio-culturais, políticas e econômicas processadas nos países europeus a partir do século XV.
Resposta


22) O mundo moderno caracterizou-se pela formação dos Estados Nacionais europeus, pela descoberta e colonização da América, bem como pelo Renascimento cultural e científico. Acerca das relações deste contexto com as teorias políticas que dele emergiram, marque a alternativa errada:


a)diante das dificuldades de unificação do Estado Italiano, Maquiavel propôs uma teoria que defendia a construção de um principado com poderes absolutos;
b)como o Estado Francês já se encontrava unificado e fortalecido, coube a Montesquieu edificar a teoria dos três poderes, que reafirmava as bases do Absolutismo;
c)no contexto do Absolutismo inglês, coube a Thomas Hobbes, com sua principal obra, O leviatã, reafirmar a soberania ilimitada do governante;
d)este também foi o contexto de criação da obra de Thomas Morus, A utopia, que propunha uma organização política alternativa, baseada na formação de comunidades livres.
Resposta


23) A ordem jurídico-administrativa portuguesa assumiu diferentes contornos no espaço colonial. Desde a implantação do sistema colonial até a crise do pacto, o Brasil passou por várias fases na sua organização político-administrativa. Alguns de seus traços estão relacionados abaixo.

Enumere a 2a coluna de acordo com a 1a e, em seguida, marque a alternativa CORRETA:

(1) Sistema de capitanias hereditárias

( ) Controlada pelos "homens bons", seus poderes abrangiam o controle do abastecimento, da tributação, da ordem social, a execução das leis, etc. Constituía a menor divisão administrativa da colônia.

(2) Governo Geral

( ) Condição alcançada pelo Brasil a partir da vinda da Família Real.

(3) Transferência da sede do Governo

Geral da Bahia para o Rio de Janeiro

( ) Sua instituição visava a uma maior centralização política. Possuía atribuições judiciais e militares.

(4) Câmara Municipal

( ) Devido à ausência de recursos financeiros próprios para dar início à colonização, a metrópole transferiu tal responsabilidade para a iniciativa particular.

(5) Sede do Império Português

( ) Acompanhou o deslocamento do eixo econômico, ampliou as bases da empresa colonizadora e possibilitou maior controle do mais dinâmico pólo de exploração econômica.


a)5;4;3;1;2;
b)4;5;2;1;3;
c)4;1;3;2;5;
d)3;2;1;5;4;
Resposta


24) Entre os séculos XVI e XVIII ocorreu um lento processo de gênese do Capitalismo na Europa. Podemos denominar esta fase de "acumulação primitiva de capitais". Com relação a este processo, leia as afirmativas abaixo e, em seguida, marque a alternativa CORRETA.

I- a exploração colonial, estimulando o comércio, o tráfico atlântico de escravos e o contrabando, favoreceu o acúmulo de riquezas nas mãos da burguesia européia.

II- os enclousures, ou cercamentos dos campos, propiciaram a formação de um amplo mercado de trabalho para as nascentes indústrias inglesas.

III- a corrida neocolonialista dos países europeus, nos continentes asiático e africano, e o imperialismo norte-americano, na América Latina, estão nas origens do sistema capitalista.

IV- a primazia da Inglaterra na Revolução Industrial pode ser explicada pela presença de forte nobreza feudal, associada a um Estado Absolutista centralizador, que soube captar recursos para o desenvolvimento de indústrias de base.


a)apenas as alternativas I e II estão corretas;
b)apenas as alternativas I, II e III estão corretas;
c)apenas as alternativas II e IV estão corretas;
d)apenas as alternativas I, III e IV estão corretas.
Resposta


25) Com o desenvolvimento dos movimentos de independência dos Estados Unidos e das Américas portuguesa e espanhola, surgiu um novo reordenamento político-econômico mundial. Com relação a este processo, marque a alternativa CORRETA:


a)a abertura dos portos às nações amigas e os Tratados de 1810 acabaram com o monopólio colonial português no Brasil. A maior beneficiária destas medidas foi a Inglaterra, que passou a ter o mercado brasileiro como o maior consumidor de seus produtos industrializados;
b)a independência dos Estados Unidos, tardia em relação às outras colônias do Novo Mundo, ao romper com o pacto colonial em meados do século XIX, abriu espaço para a ascensão holandesa e francesa no continente norte-americano;
c)os movimentos de independência das colônias latino-americanas, mesmo sendo conduzidos pelas elites locais, estavam profundamente comprometidos com a expansão inglesa de Oliver Cromwell;
d)a monarquia portuguesa, ao conseguir a sua restauração após a expulsão dos exércitos napoleônicos, aliou-se à Espanha contra a Inglaterra, reassumindo plenamente o controle da colônia brasileira.
Resposta


26) Entre 1789 e 1848, a França viveu dias extremamente conturbados, com reflexos sobre boa parte do mundo ocidental. As citações abaixo são trechos de tratados firmados ou de livros escritos à época ou pouco depois. Leia e estabeleça as relações adequadas entre as citações e os acontecimentos do período indicado. Em seguida, marque a alternativa CORRETA.

  1. "Toda loja, toda mercadoria, toda propriedade, qualquer que seja sua espécie, pertencente a um súdito da Inglaterra, será declarada boa presa."
  2. "Logo, a luta política travar-se-á entre os que possuem e os que não possuem; o grande campo de batalha será a propriedade." "A República Social apareceu como palavreado, como profecia, no limiar da Revolução de Fevereiro. Nos dias de junho (...) ela foi afogada no sangue do proletariado parisiense, mas ronda, como fantasma, os atos subseqüentes do drama."
  3. "Suas majestades o Imperador da Áustria, o Rei da Prússia e o Imperador da Rússia permanecerão unidos por laços de verdadeira e indissolúvel fraternidade; considerando-se compatriotas (...) eles se prestarão assistência, ajuda e socorro."
  4. "A longa obstinação da nobreza em permanecer separada do Terceiro nos Estados Gerais, a amarga, a áspera polêmica que se erguera nesta ocasião (...) tinha inculcado no povo uma idéia indelével: o nobre era o inimigo."

( ) Revolução Francesa de 1789.

( ) Decreto de N. Bonaparte, que determinava o Bloqueio Continental.

( ) Tratado da Santa Aliança, criada a partir do Congresso de Viena.

( ) Revoluções de 1848 na França.


a)4,1,3,2;
b)4,3,2,1;
c)2,3,1,4;
d)2,1,3,4.
Resposta


27) Acerca das duas primeiras constituições brasileiras, assinale com V as afirmativas verdadeiras e com F as falsas. Em seguida, marque a alternativa CORRETA.


( ) a Constituição de 1824 foi outorgada pelo Imperador D. Pedro I, após desfazer a Assembléia Constituinte; já a Constituição de 1891 foi elaborada por uma Assembléia Constituinte, convocada pelo Governo Provisório e escolhida pelos eleitores alfabetizados.

( ) a Constituição de 1824 marcou o primeiro momento de construção do Estado Nacional brasileiro, após a Independência; a Constituição de 1891 marcou o fim do regime republicano, inaugurando uma nova fase política no Brasil.

( ) os elementos liberais da Constituição de 1824 foram a liberdade política, o casamento civil e o livre mercado; os elementos liberais da Constituição de 1891 foram o Federalismo e o catolicismo como religião oficial do Estado.

( ) a Constituição de 1824 estabeleceu o voto censitário, as eleições indiretas e o Senado Vitalício; a Constituição de 1891 conferiu autonomia aos estados e tornou o Senado temporário.


a)V; F; V; F:
b)F; V; F; V;
c)F; V; V; F;
d)V; F; F; V.
Resposta


28) No final do século XIX, o Brasil passou por inúmeras transformações econômicas, políticas, sociais e culturais, que podem ser estudadas sob a ótica da transição do escravismo ao capitalismo. Enquanto processo diferenciado regionalmente, esta transição possibilita uma análise sob variados aspectos. Assinale a opção que não se refere ao processo citado:


a)no Rio de Janeiro ocorria uma lenta diminuição da produção de café, devido ao esgotamento das terras. A abolição da escravatura contribuiu de forma decisiva para o processo de desestruturação desta economia;
b)nos últimos anos de vigência do trabalho escravo, o Oeste Paulista estava no auge de sua produção cafeeira e já associava mão-de-obra cativa e imigrante. Portanto, a abolição da escravatura não serviu de obstáculo ao desenvolvimento da cafeicultura;
c)a grande entrada de estrangeiros no país abasteceu o campo com trabalhadores através de diversas formas de trabalho, tais como a parceria, a meação e o colonato. Já na cidade, os imigrantes constituíram a principal força de trabalho das indústrias;
d)o Nordeste Brasileiro, ainda no auge de sua produção açucareira, sofreu os fortes impactos da abolição da escravatura, sendo obrigado a absorver grande leva de trabalhadores imigrantes.
Resposta


29) A partir da década de vinte deste século, o Brasil começou a viver uma série de mudanças que resultou em um evento conhecido como "Revolução de 30". Acerca deste período, marque a alternativa correta:


a)a Revolução de 30 resultou, entre outros fatores, das disputas interoligárquicas, da crise da cafeicultura e do descontentamento dos setores sociais emergentes, a exemplo dos militares, classes médias e trabalhadores urbanos;
b)o principal fator responsável pela Revolução de 30 foi a criação do Partido Comunista, em 1922, que organizou as greves operárias, as quais derrubaram o ditador Júlio Prestes;
c)a Revolução de 30 contou com a ampla participação dos setores ligados ao capital financeiro internacional, que, desesperados com os prejuízos resultantes da Crise de 29, participaram ativamente do movimento tenentista, em prol de mudanças na "política do café-com-leite";
d)entre as mudanças ocorridas no período citado, que contribuíram para o advento da Revolução de 30, destacam-se: a intensificação da industrialização de base, o processo crescente de urbanização e a implantação do trabalho livre.
Resposta


30) A Revolução Russa pôs fim ao regime czarista, constituindo-se na primeira experiência concreta de implantação de uma via alternativa ao Capitalismo na História. Acerca deste evento, marque a opção ERRADA:


a)o regime czarista, contra o qual se fez a Revolução de 1917, era caracterizado por uma economia de base agrária, a qual coexistia com o estabelecimento de algumas indústrias têxteis e metalúrgicas, localizadas nas regiões urbanas do imenso território russo;
b)nas cidades, as precárias condições de vida e de trabalho dos operários intensificavam o clima de descontentamento, criando condições para uma intensa mobilização contra os abusos do regime;
c)o Estado czarista era formado por uma monarquia aristocrática, sustentada pela Igreja Ortodoxa e pela disseminação do culto ao povo russo, em detrimento de outras etnias;
d)estabelecido o Governo Provisório Russo, em fevereiro de 1917, criou-se uma aliança política entre os partidários do anarquismo, ligados à concepção leninista de Estado, e os mencheviques, ligados à concepção stalinista de Estado.
Resposta


31) As citações que se seguem são trechos extraídos de sambas de um mesmo compositor. Elas expressam, do ponto de vista cultural, as transformações políticas e sociais ocorridas em um determinado momento da História do Brasil, quando, por influência do Estado, a música popular transita do culto à malandragem à apologia do cidadão-trabalhador. Leia as citações e, em seguida, indique o contexto em que ocorre tal mudança.

"Meu chapéu de lado

Tamanco arrastando,

Lenço no pescoço,

Navalha no bolso,

Eu passo gingando,

Provoco e desafio,

Eu tenho orgulho de

ser vadio"

 

 

 

 

"Quem trabalha é que tem razão

Eu digo e não tenho medo de errar (...)

Antigamente eu não tinha juízo

Mas resolvi garantir meu futuro

Vejam vocês:

Sou feliz, vivo muito bem

A boêmia não dá camisa a ninguém."


a)décadas de 10 e 20, quando se intensifica o êxodo urbano, provocado pela difusão da pequena propriedade;
b)décadas de 30 e 40, quando é criada a legislação trabalhista reunida na CLT (Consolidação da Leis Trabalhistas);
c)décadas de 50 e 60, quando o Brasil vive um surto de prosperidade e de redistribuição da renda;
d)décadas de 70 e 80, quando uma profunda recessão leva o movimento sindical às ruas, especialmente para exigir emprego para todos.
Resposta


32) O período em que Juscelino Kubitschek governou o Brasil é um dos mais estudados da história recente do país. Das alternativas abaixo, indique aquela que NÃO caracteriza o período governado por JK:


a)expansão do setor de bens de consumo duráveis, facilitada por medida que franqueava ao capital estrangeiro a importação de máquinas e equipamentos sem cobertura cambial;
b)período de grande efervescência cultural, no qual surgem vários movimentos artísticos, tais como a Bossa Nova, o Cinema Novo e a Poesia Concreta;
c)período em que se verifica o declínio radical das desigualdades sociais, decorrente da adoção, pelo governo, de políticas de pleno emprego, que possibilitavam aos trabalhadores o acesso aos bens produzidos pela indústria moderna;
d)período marcado pelo pluripartidarismo, onde o PSD aparece como um dos partidos de maior expressão, bem como a UDN e o PTB.
Resposta


33) No decorrer do século XX o continente americano foi progressivamente dividido em duas partes, uma desenvolvida e outra subdesenvolvida. Há, no entanto, uma relação de dependência entre estas duas partes e uma grande influência da primeira sobre a segunda. Leia as afirmativas abaixo e, em seguida, marque a alternativa CORRETA.

I- Para promover o desenvolvimento sócio-econômico da América Latina e evitar a emergência de movimentos revolucionários, os EUA incentivaram a realização da reforma agrária em diversos países, como aquelas que aconteceram, nos anos 50, na Bolívia, no México, no Brasil e no Chile.

II- Vários problemas contribuíram para agravar a situação de subdesenvolvimento da América Latina, o que acabou por provocar reações, a exemplo da Revolução Cubana, que era vista como uma ameaça à hegemonia norte-americana no continente.

III- A fim de manter sua hegemonia na América Latina e evitar que outros países do subcontinente seguissem o exemplo de Cuba, os EUA lançaram, nos anos 60, a "Aliança para o Progresso", que visava ao desenvolvimento sócio-econômico latino-americano.


a)apenas as afirmativas I e II estão corretas;
b)apenas as afirmativas I e III estão corretas;
c)apenas as afirmativas II e III estão corretas;
d)todas as afirmativas estão corretas.
Resposta


34) Na História do Brasil dos últimos 60 anos ocorreram duas transições de ditaduras para sistemas políticos democráticos: a primeira coincide com o declínio do Estado Novo, na década de 40; e a segunda com o fim do Regime Militar, nos anos 80. Das alternativas abaixo, indique aquela que NÃO expressa uma adequada comparação entre estes dois períodos:


a)nos dois momentos, os governos democráticos recém-constituídos possuíam traços de continuidade em relação àqueles que os antecederam, já que pessoas que haviam participado dos regimes ditatoriais permaneceram no poder, após o declínio dos mesmos;
b)em termos políticos, a democracia construída na década de 80 constitui um "avanço" em relação aos anos 40, já que a Constituição de 1988 atribui direito de voto aos analfabetos, enquanto que a de 1946 garantia este direito apenas aos alfabetizados;
c)uma curiosa diferença entre os dois processos é que, na transição da década de 40, um presidente civil foi substituído por um general; ao passo que, na transição da década de 80, um general foi substituído por um civil na Presidência da República;
d)se na década de 40 os EUA pressionavam pela redemocratização do sistema político brasileiro, na década de 80 a transição democrática se fez sob forte oposição dos EUA, que temiam que a abertura política pudesse fortalecer o Partido Comunista Brasileiro, ocasionando uma revolução anticapitalista.
Resposta


35) O Liberalismo foi uma doutrina produzida na Europa, que teve seu apogeu no século XVIII, mas que se estendeu por outros países, em períodos históricos diferentes. Atualmente, o mundo contemporâneo vê o seu ressurgimento, principalmente através do resgate de seus preceitos econômicos, por via do Neoliberalismo. A este respeito, marque a alternativa correta:


a)o Liberalismo surgiu no contexto das Revoluções Burguesas Européias, funcionando como suporte ideológico à emergência do poder da burguesia; o Neoliberalismo surge no contexto das Revoluções Socialistas do Leste Europeu, como suporte ideológico às lutas antiburguesas;
b)o Liberalismo defendia o fim das barreiras alfandegárias impostas pelo mercantilismo, que servia de entrave aos interesses da burguesia nascente; da mesma forma, o Neoliberalismo prega a redução das barreiras comerciais entre as nações;
c)o Liberalismo, em sua gênese, defendia a propriedade privada, o Estado mínimo e o livre comércio. O Neoliberalismo, adaptado à nova ordem mundial globalizada, defende o Estado não interventor, a abertura de fronteiras ao capital externo e a coletivização da propriedade;
d)o Liberalismo foi o resultado da intensa mobilização popular, por parte do campesinato europeu, contra os abusos cometidos pela nobreza absolutista. O Neoliberalismo também convive com grande mobilização da classe trabalhadora e com o fortalecimento das entidades sindicais.
Resposta